Tratamento Involuntário?

O tratamento da dependência química ou alcoolismo, sempre que possível, deve ser realizado com o consentimento e o desejo do dependente. A conscientização da necessidade de tratamento pelo dependente, muitas vezes, faz diferença em relação ao tempo de internação.

Mas há alguns casos em que o dependente pode ser levado a um tratamento involuntário, isto é, pode ser obrigado a se tratar para se livrar do vício a pedido de responsáveis e/ou familiares. Isso acontece em casos em que o dependente do uso de drogas e/ou álcool precisa ser encaminhado para tratamento porque seu vício representa perigo para a própria saúde, da família e/ou da sociedade em que vive. A dependência é tão grande que a conscientização da necessidade de se submeter a um tratamento contra a dependência química ou alcoolismo não é possível. As drogas ou álcool já fazem tanta parte da vida do paciente, que domina completamente seus desejos e vontades.

O tratamento involuntário é um procedimento planejado e seguro de interromper o progresso destrutivo atravessado por quem sofre com os vícios causados pela bebida e as drogas. A decisão dos responsáveis e/ou familiares em intervir urgentemente é fundamental para que o dependente químico ou alcoólatra possa sair da situação crítica em que se encontra e volte a viver em harmonia com a família e os amigos, com sua autoestima elevada, podendo viver em sociedade, ou seja, construir uma nova história de vida.

No Grupo Jovens Livres, trabalhamos na total legalidade. De acordo com a Lei 10.216, de 6 de abril de 2001, nossos profissionais são orientados sobre os procedimentos corretos ao realizar a internação para o tratamento involuntário. Nosso médico psiquiatra realiza a comunicação ao Ministério Público Estadual o início do tratamento involuntário do paciente em até 72 horas.

Por que solicitar o Tratamento Involuntário?

tratamento para dependentes em brasília df Quando a família consegue identificar o usuário de drogas ou alcoólatra, muito provavelmente que o nível da dependência esteja em um grau muito elevado. Normalmente, com o passar do tempo, este nível de dependência apenas tende a aumentar, colocando em risco a vida do dependente e de todos que vivem a sua volta, principalmente se levarmos em conta que um dependente, quando dominado pelo vício e em uso da substância, não consegue dar um basta no consumo e, em sua maioria, perde o controle de seus atos, noções de realidade, clinica de recuperação em brasília da moralidade ou regras sociais.

O tratamento involuntário se faz necessário e correto para impedir o domínio das drogas ou álcool sobre o dependente, de maneira segura, profissional e eficaz.

Conscientizados da necessidade de intervenção para proteção da vida, não há tempo a perder. Com a incapacidade do dependente de tomar a decisão de aceitar ajuda ou de concretizar um tratamento voluntariamente para obter uma nova vida sem o domínio das drogas ou álcool, cabe aos responsáveis ou familiares a tomada de decisão. tratamento para dependente em brasília df. clinica de recuperação em goiânia,  centro de recuperação para idosos, clinica de recuperação em brasília

Internar não é a última opção, não é uma punição, é a única solução real para uma dificuldade real.
O tratamento involuntário é a prova de querer bem seu familiar.

Internar um dependente contra a vontade dele, funcionará?

O tratamento Involuntário não consiste em “capturar” o dependente químico ou alcoólatra, prendê-lo em um quarto branco sem janelas e aplicar uma série de sedativos, como muitos imaginam.

A decisão de solicitar a internação involuntária para o tratamento da dependência química ou alcoolismo é a de não mais compactuar com o vício e com as ações do dependente, é querer o melhor para a vida de seu familiar e antes de tudo um ato de amor.

Após a internação involuntária e passando o primeiro estágio de desintoxicação, o dependente inicia um processo de autocontrole e discernimento, com isso, a conscientização da necessidade do tratamento aflora e o que inicialmente era um tratamento involuntário torna-se um tratamento voluntário.

A partir deste ponto, o tratamento se transforma aos olhos do dependente em um objetivo completado atingível, a compreensão e gratidão pela internação vem a tona, e as mudanças para uma nova vida vão se concretizando a cada dia. centro de recuperação para idosos 

A internação involuntária e o tratamento involuntário das Clinicas Terapêuticas do Grupo Jovens livres, vem recuperando vidas e restaurando famílias desde 2009. Com nosso tratamento desenvolvido através de nossos anos de experiência em reabilitação humana, nossos excelentes profissionais e estrutura física, localizada em Aparecida de Goiânia, tendo Unidades credencia com o Grupo Jovens Livres em todo o Brasil, que supre todas as necessidades e particularidades que envolvem o tratamento da dependência química e alcoolismo, o Grupo Jovens Livres, comprovadamente, oferece o melhor tratamento involuntário no Brasil.

Tratamento Voluntário

O tratamento voluntário é a regra para o tratamento das pessoas que sofrem com algum tipo de dependência química. Isso porque ele é um tratamento menos invasivo e que respeita o ser humano em sua individualidade. As convenções de direitos humanos em todo o mundo veem com bons olhos o fato de as pessoas terem a oportunidade de decidirem por seu próprio tratamento. tratamento compulsorio em brasilia

Qual seria, portanto, a forma de fazer com que o tratamento voluntário seja abraçado pela sociedade e aceito com carinho pelos dependentes? É isso o que iremos lhe explicar agora!

A consciência de ser dependente químico ou alcoólatra

O primeiro pressuposto para que se inicie um processo de tratamento contra a dependência química de sucesso é que a pessoa passe a ter consciência da sua própria condição, que é a condição de dependente químico. Isso é fundamental para se dar início ao tratamento voluntário. centro de recuperação para idosos 

Claro que isso nunca é fácil porque não é uma tarefa muito simples fazer com que alguém reconheça tal coisa. Na maioria das vezes o que o dependente químico argumenta é que não está “viciado” e que consegue parar de utilizar o entorpecente quando quiser. E ele próprio acredita nisso! Até o dia que resolve parar e se depara com sua própria limitação, descobrindo que não tem mais controle sobre si.

A ação da família no tratamento da dependência

A família precisa estar sempre pronta para estender a mão e ajudar o dependente químico. De nada adianta rotulá-lo como irresponsável e apontar-lhe o dedo em riste, acusando-o das piores coisas que se possa imaginar. Infelizmente não é esse o caminho. A família precisa se estruturar para suportar a pressão e ajudar. É através disso que a pessoa pode chegar a sentir a necessidade de buscar ajuda e de se submeter a um tratamento especializado. centro de tratamento para alcoólatras  clinica de recuperaçao em aparecida de goiania

Sentimento de companhia

Talvez você venha de uma cultura em que o dependente químico é tratado como alguém que deve ficar à margem da sociedade, sofrendo sozinho as consequências de suas escolhas. Mas essa não é uma atitude correta em nenhum sentido. Porque quanto mais isolado o dependente se sente, mais difícil será o despertar da sua consciência de que precisa de tratamento e de ajuda. centro de tratamento para alcoólatras

Quando a família e a sociedade são capazes de estender a mão e ajudar, o tratamento, o despertar, se torna menos complicado e tende a ser feito de maneira cooperativa.  clinica de recuperaçao em aparecida de goiania

Tratamento dos traumas e desconfortos físicos e psíquicos

Normalmente, para que o dependente tenha sucesso no tratamento voluntário, ele precisa de ser submetido a sessões que o levem a vencer seus traumas e males físicos e psíquicos, seja os que já existiam antes da dependência, seja os que passaram a existir depois. E por mais que isso possa parecer um clichê, a verdade é que ele precisa passar a se sentir amado e acolhido para que chegue à conclusão de que não existe um vazio dentro de si que a droga tenta preencher.

Um tratamento de cooperação contra as drogas e o álcool

Não há outra palavra que possa definir melhor essa situação. O tratamento voluntário é um tratamento de cooperação. Ele não acontece sem a anuência do dependente e nem, sem a colaboração de todos os que o cercam. Porque um dependente abandonado à própria sorte é um futuro reincidente, já que o vício se controla, mas nunca se cura. tratamento compulsorio em brasilia 

Nossa clínica oferece toda a estrutura necessária para que o dependente, que tomou a decisão por se tratar, fique firme em seus propósitos e não se desvie deles. Nossa equipe possui maturidade e experiência para fazê-lo resolver de uma vez por todas o seu problema com as drogas.  clinica de recuperaçao em aparecida de goiania

Oferecemos também apoio à família, que precisa aprender a lidar com a situação de maneira serena.

Tratamento Intensivo

Os dependentes químicos normalmente trazem consigo uma enorme carga de problemas físicos e psicológicos, que ao não serem tratados com a devida atenção, sempre terminam com recaídas constantes e que todo tipo de tratamento que se faz seja perdido.

É por esse motivo que surge o tratamento intensivo para dependentes químicos ou alcoólatras, que submete o dependente a um processo completo e o prepara para todo o caminho de libertação que será necessário percorrer.

Vamos lhe explicar como funciona o tratamento intensivo e quais as possibilidades de sucesso quando um dependente se submete a ele. Confira!

Um tratamento “pleno” contra a Dependência Química ou Alcoolismo

Qual a melhor característica daquilo que é pleno?


É o que está inteiro, em sua totalidade. O que se manifesta em plenitude é exatamente o que está completo, ao que nada falta e nem se subtrai.

Portanto, ao falarmos sobre um tratamento (contra as drogas e álcool) pleno, a ideia é trazer para a ação um conceito daquilo que já está terminado em si. Trata-se, portanto, de um tratamento que não pode ser feito de outra maneira, senão através do envolvimento absoluto do dependente. Este pode e deve encontrar nesse modelo de tratamento a cura para todas as suas mazelas, independente de quais sejam elas.

Um tratamento de corpo, alma e coração

Para envolver por completo a pessoa, tudo o que faz parte dela deve estar dentro do processo. Por isso o termo “corpo, alma e coração”. Significa que, para vencer as drogas ou álcool, através do tratamento intensivo, trabalhamos as dimensões física (corpo), espiritual (alma) e sentimental (coração). Tudo o que de alguma forma está relacionado ao dependente é analisado, para que sejam identificadas todas as dificuldades enfrentadas e que possam ser sanadas, pois só assim existirá verdadeira vitória em todo o tratamento.

O tratamento intensivo é completo e traz excelentes resultados porque todos os males, sendo físicos, espirituais, psicológicos e até comportamentais, são tratados de forma intensa durante todo o período de tratamento. tratamento compulsorio em brasilia 

Razão e emoção como etapas de um processo

O processo que se inicia através disso é aquele que trabalha a razão e a emoção dentro do dependente químico ou alcoólatra, o que faz com que ele veja em si mesmo a realidade em que vive, seus medos e temores e o que faz com que busque refúgio no mundo sombrio das drogas. O lado racional deve ser o que chega à conclusão de que o melhor a fazer é se libertar de uma vez de todos os males das drogas e das consequências ruins que elas podem trazer. E o lado emocional deve ser aquele que vai tornar a pessoa sensível aos apelos da família, dos amigos e de todos os que a aconselham a abandonar o vício porque ele é péssimo para a saúde.

Essas são duas etapas importantíssimas do processo, porque tem como principal objetivo trazer o dependente de volta para a realidade e centrá-lo naquilo que deve ser o seu foco: a vitória sobre a dependência química. tratamento para dependentes quimicos, Clinicas vidas livres.

A construção de um caminho completo sem as drogas e o álcool

Consegue perceber que o que se pretende aqui é que o dependente seja capaz de construir o seu próprio caminho e de se estruturar para vencer as drogas? É exatamente isso o que se quer! O dependente deve ser capaz de construir o próprio caminho de maneira absoluta, a fim de conseguir se sentir (e ser de fato!) responsável pelo próprio caminho de libertação. tratamento para dependentes quimicos

Tratamento de Prevenção Contra Recaída

Sempre que nos interrogam sobre as maiores dificuldades enfrentadas pelas clínicas de recuperação e pelos próprios dependentes que passaram pelo processo de reabilitação, não temos a menor dificuldade em dizer: A Recaída.

Quem não tem conhecimento sobre o assunto naturalmente acha que os casos de reincidência no uso de drogas ou álcool não é muito grande, mas a verdade é que se trata de algo mais comum do que se possa imaginar. E esse é, sem dúvida, o grande gargalo de todo o processo de recuperação de um dependente químico ou alcoólatra.

Motivo pelo qual devemos estar cientes de que é necessário oferecer métodos eficientes de prevenir a recaída aos dependentes químicos e dependentes de álcool que passaram pelo tratamento.

O Grupo Jovens Livres, que desde 2009 recupera vidas e restaura famílias, oferece um tratamento cuidadosamente planejado e amplamente testado de prevenção contra recaídas. Sabemos que o tratamento vai muito além da internação e somente com ações diárias é que o vício é realmente superado.

Como fazer com que a pessoa que se libertou do vício não tenha uma recaída e consiga se manter fiel aos propósitos que fez durante o período de tratamento? É o que iremos lhe explicar agora!

Prevenção contra recaídas - Dependência química e Alcoolismo

A palavra-chave é a prevenção. Isso significa que ninguém pode se sentir acima do vício, porque não há cura para esse mal. A pessoa que passa por um tratamento e se livra das drogas ou álcool na verdade aprende a se controlar, mas nunca chega ao ponto de estar totalmente liberta, sendo sujeita a recair hoje, amanhã ou depois. Por isso a necessidade de se prevenir e evitar qualquer contato com as substâncias e com pessoas que possam levar ao saudosismo dos tempos passados. centro de tratamento para alcoólatras 

É isso o que se propõe ao dependente quando se expõe para ele a necessidade de fazer um tratamento contra recaída. Todos são convidados a essa complementação, que deve ser iniciada logo depois do período de internação e durar o tempo que for necessário (até o restante da vida se for necessário). Muitos, inclusive, são convidados para prestar serviços (voluntários ou remunerados) nas clínicas ou casas de recuperação como forma de terapia para estarem sempre em contato com a fonte de onde buscaram as forças para se sobressaírem ao vício.

Força de vontade

A força de vontade é um requisito necessário para que as pessoas consigam se manter longe das drogas e álcool. Mas nunca a pessoa pode ser aconselhada a desafiar o seu vício. Pensar que é mais forte que ele é o começo de uma nova ruína. As pessoas que querem ter sucesso na libertação das drogas pós-internação/ tratamento deve estar ciente de que tem que ficar longe das drogas ou álcool. E isso não significa ser covarde: significa ser consciente da própria responsabilidade.

Disciplina e empenho

O sucesso na luta contra a recaída é constante e exige disciplina e empenho da parte das pessoas. A disciplina como meio de evitar todo e qualquer contato com a droga e o que possa de alguma forma se relacionar a ela. E o empenho com a força de decisão necessária para nunca mais voltar a praticar o vício. Essas duas realidades devem ser a base para vencer os desafios!

 

Apoio moral e psicológico

Onde as famílias costumam errar quando recebem de volta uma pessoa que fez o tratamento para se livrar das drogas? Elas acham que a pessoa está totalmente recuperada e por isso acham que não precisam colaborar com o processo, mesmo após o caminho já estar praticamente todo ele trilhado. É necessário que as famílias se conscientizem de que precisam dar apoio aos dependentes, mesmo depois de eles terem passado pelo processo de recuperação.


E o próprio dependente deve estar consciente de que precisa continuar com um tratamento psicológico, que irá lhe ajudar a encontrar dentro de si as forças para vencer todos os dias a luta que deverá travar contra as drogas.

Sobriedade

Nossa clínica tem como principal objetivo proporcionar a libertação do vício das drogas e levar a pessoa a compreender que o estado de sobriedade é o caminho para qualquer pessoa que esteja disposta a viver sem drogas e o álcool. Almejar a sobriedade é o caminho que se deve seguir para chegar ao objetivo proposto.